Receba o nosso conteúdo por E-mail.

Receba o nosso conteúdo por E-mail.

IMPEACHMENT É APROVADO NA COREIA DO SUL E PARK GEUN HYE DEIXA PRESIDÊNCIA.

#Park é acusada de propina e lavagem de dinheiro.


A Corte Constitucional da Coreia do Sul confirmou na manhã dessa Sexta-Feira, 10, (hora local), o processo de impeachment contra a presidente do país, Park Geun-hye, suspeita de estar envolvida em propinas com grandes empresas sul-coreanas como a ‘Sansung’. Ela já estava afastada do cargo, por decisão do Parlamento, desde dezembro passado.

Segundo Lee Jung-Mi, presidente do Tribunal que aceitou o impeachment, os casos de Park prejudicaram seriamente a democracia da Coreia do Sul. "prejudicou seriamente o espírito da democracia e do Estado de Direito”. Com a decisão, um novo presidente será nomeado substituto de Park Geun-hye dentro de 60 dias.

Com a decisão centenas de coreanos tomaram às ruas do país na manhã dessa Sexta-Feira para comemorar a derrota da presidente. Houve confusão e mortes.

Park e sua amiga, Choi Soon-sil, filha de um líder de uma seita religiosa, extorquia empresas e tomavam decisões de assuntos pertencentes apenas pela alta corte do governo. Os atos chegaram ao conhecimento de autoridades e da população local, dando inicio a crise política interna.

Park, 64, assumiu a Presidência em 2013. Tornou-se a primeira presidente da Coreia do Sul, eleita no ano anterior com a maior votação da história democrática do país. Chegou ao poder apoiada principalmente pelos coreanos mais velhos, que esperavam que ela fosse uma versão contemporânea de seu pai, o ditador militar Park Chung-hee, visto com frequência como o modernizador do país.
Park é acusada de propina e lavagem de dinehiro
Filipe Severo
Filipe Severo

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Os conteúdos publicados neste blog são de total responsabilidade do Informativo Blog.

GALERIA DE VÍDEOS