Receba nosso conteúdo por E-mail!!

Receba nosso conteúdo por E-mail!!

METRÔ ARGENTINO PRESTA HOMENAGEM A ATIVISTA ÍCONE DOS DIREITOS LGBT.

#Carlos Jaúregui teve rosto grafitado na estação de metrô.


A prefeitura municipal de Buenos Aires, Argentina, inaugurou no último dia 20, Segunda-Feira, à primeira estação de metrô do país que homenageia um ativista LGBT, (Lésbica-Gay-Bissexual-Travesti-Transexual-Transgênero).

Carlos Jaúregui é homenageado na linha H da estação Santa Fé. O ponto, localizado na esquina Avenida Santa Fé e Pueyrredón, ganhou escadas com as cores do movimento homossexual e retratos do ativista em forma de grafite. Essa é à primeira vez que um metrô homenageia um ativista em todo o mundo.

A inauguração contou com o prefeito da cidade, Horacio Rodríguez Larreta, legisladores: Maximiliano Ferraro, Pablo Ferreyra e Carlos Tomada, autores do projeto de renomeação.

QUEM FOI CARLOS JAÚREGUI:
Nascido em Setembro de 1957, Jaúregui, foi um grande ativista dos direitos humanos LGBT da Argentina se tornando o primeiro presidente da Comunidade Homossexual Argentina, entre 1984 e 1977.

Em 1992, o argentino liderou à primeira Marcha do Orgulho Gay Lésbico na cidade, conhecido na época como GLS, (Gays-Lésbicas e Simpatizantes), movimento que ajudou a impulsionar o primeiro projeto de união civil e a inclusão da orientação sexual na cláusula anti-discriminatória da Constituição da cidade.

Carlos Jaúregui morreu aos 38 anos, em Agosto de 1996, vítima da Aids. Após sua morte, uma procissão fúnebre caminhou pela cidade, desde a Plaza de Mayo até o Cemitério de La Chacarita. A data de sua morte, dia 20 de Agosto, é considerada, desde 2012, o Dia do Ativismo pela Diversidade Sexual em Buenos Aires.
Metrô ganhou cores LGBT
Metrô presta homenagem ao ativista Carlos Jaúregui
Filipe Severo
Filipe Severo

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Os conteúdos publicados neste blog são de total responsabilidade do Informativo Blog.

GALERIA DE VÍDEOS