Receba o nosso conteúdo por E-mail.

Receba o nosso conteúdo por E-mail.

RIO DE JANEIRO DESCARTA DEMOLIÇÃO DA CICLOVIA "TIM MAIA".

#Erro de projeto seria a principal causa aponta engenheiros.


A prefeitura municipal do Rio de Janeiro, responsável pela construção da ciclovia "Tim Maia", no bairro, São Conrado, Zona Sul carica, anunciou que não irá demolir a ciclovia inaugurada há pouco mais de 4 meses, e que servirá como legado as Olimpíadas do Rio 2016.

No pronunciamento à imprensa, o prefeito Eduardo Paes, destacou que o Rio de Janeiro não tem o objetivo em demolir a via ciclística. "Não é esse o nosso desejo, não é esse o nosso trabalho. Estamos trabalhando para mantê-la", afirmou.

Paes afirmou que uma equipe terceirizada foi contratada para apurar as causas do acidente que matou duas pessoas na última Quinta-Feira, 21. A prefeitura busca saber se houve erro técnico de projeto, erro de fiscalização e acompanhamento. "Contratamos essa auditoria da Coppe e INPH para identificar isso tecnicamente e responsabilizar quem tiver que ser responsabilizado. Ou seja, se (houve) erro de projeto, erro de execução, erro de acompanhamento, de fiscalização. O que a gente pode responder neste momento é que está claro, não precisa nem ser olhado, é que as coisas não foram bem feitas ali", completou o prefeito.

De acordo com o engenheiro civil e conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), Antônio Eulálio Pedrosa Araújo, o motivo do desabamento de parte da ciclovia, Tim Maia, na Zona Sul do Rio de Janeiro foi causado por erro de projeto.

De acordo com o engenheiro, a pressão da água sobre a ciclovia, não foi a causa do acidente, e sim a falta de vigas. Antônio destacou que a região onde ocorreu a tragédia, é diferente das demais partes da ciclovia. "Não foi considerado o efeito da onda sobre a parte inferior da passarela, que fez com que ela tombasse. Aquele trecho é diferente dos demais, tinha apenas uma viga central. Como os apoios eram muito próximos um do outro sobre os pilares, a força de içamento do lado que onda bateu ficou mais engrandecida", explicou.

A ciclovia está interditada por tempo indeterminado. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas.


Filipe Severo
Filipe Severo

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Os conteúdos publicados neste blog são de total responsabilidade do Informativo Blog.

GALERIA DE VÍDEOS