Receba o nosso conteúdo por E-mail.

Receba o nosso conteúdo por E-mail.

COMISSÁRIOS GAYS DA AIR FRANCE NÃO QUEREM SOBREVOAR O IRÃ POR TEMER PENA DE MORTE.

#AirFrace alegou que não irá acatar o projeto.


A companhia de avião, Air France, uma das maores empresas do mundo em viagens aéreas, anunciou nesse Domingo, 17, o inicio de três voos da capital francesa, Paris, ao Aeroporto Internacional de Teerã, Irã.

As viagens causaram revolta aos funcionários LGBTs (Gays-Lésbicas-Bissexuais-Transexuais e Travestis) da companha que temem ataques.

Uma petição está exigindo que a 'Air France' não obrigue qualquer de seus comissários de bordo homossexuais à trabalhar nos voos para o Irã, uma nação onde gays são presos e até condenados à morte. "Não queremos ir há um país onde poderíamos ser perseguidos e condenados só por sermos quem somos", escreve o autor do documento, um comissário que se identifica como Laurent M.

No inicio do mês de Abril, uma pedição foi anunciada por um grupo de comissárias, no qual alegaram terem como obrigação, usar e respeitar leis em território iraquiano, como o uso de véu logo após chegarem no país. O projeto foi aprovado.

Em uma reportagem, divulgada pela CNN, a empresa destacou que tem voos para 8 países no qual condenam a população homossexual como Egito e Arabia Saudita. "Nós nunca tivemos nenhum problema nesses países", diz a companhia. "E a Air France toma todas as precauções para que seus funcionários trabalhem nas melhores condições de segurança possíveis". destacou.

A companhia não faz voos ao país desde 2008.


Filipe Severo
Filipe Severo

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Os conteúdos publicados neste blog são de total responsabilidade do Informativo Blog.

GALERIA DE VÍDEOS